E-commerce

8 Maiores motivos para sua loja virtual não estar vendendo

Estou com o estoque montado, site no ar, operação rodando, mas mesmo assim minha loja virtual não vende… O que há de errado com ela?.

Se você já tem um loja virtual, é bem possível que tenha passado por essa situação. Se ainda não tem, pode ser que um dia venha a passar.

Para diminuir a angústia de quem tem um ecommerce que ainda não deslanchou da forma desejada, escrevemos sobre alguns pontos simples em que você pode estar errando no momento de vender seus produtos pela internet. Confira!

1 – Tráfego insuficiente

Começaremos pelo erro clássico da loja virtual que não vende: tráfego insuficiente.

Muita gente gosta de pensar sobre a ideia de "vender mais", mas poucos empreendedores sentam para entender como podem gerar mais tráfego.

A lógica é simples:

+ Usuários acessando o seu site = + Visualização de produtos = + Vendas Realizadas

Tráfego insuficiente

2 – Falta de investimento em campanhas de marketing

Isso nos leva diretamente ao segundo ponto: se você quer atrair mais tráfego e gerar vendas, obrigatoriamente precisará olhar com carinho para os investimentos em marketing.

Muitos empreendedores veem-se sem resultados e, quando vamos analisar o quadro geral dos seus empreendimentos, descobrimos que eles simplesmente não investem em divulgação dos produtos — e isso não faz muito sentido.

Lembre-se: uma campanha de marketing bem feita é sempre planejada para render mais dinheiro que o montante investido.

3 – Condições desiguais de concorrência

Ok, você acredita que o tráfego está legal e também tem investido constantemente em diferentes campanhas de marketing. O que mais pode estar errado?

Se os seus principais concorrentes estiverem vendendo com condições melhores que as suas — seja em matéria de preços, qualidade, prazos etc —, esse é um problema e tanto.

Para resolvê-lo, estude os concorrentes e busque entender o que eles estão fazendo de diferente.

4 – Você não conhece a sua persona

Se você não conhece o seu cliente, não conseguirá vender para ele. E mesmo que consiga, a relação empresa/consumidor tende a ter vida curta e não gerar recorrência.

Para resolver os problemas de uma pessoa, é preciso conhecê-la muito bem. Invista tempo estudando a sua persona. Enxergue o mundo com os seus olhos.

Só assim você conseguirá notar de quais formas seus produtos são percebidos (e utilizados) pelo mercado.

5 – Descrições e fotos ruins

Mesmo que um cliente esteja querendo muito um produto e encontre-o em seu site pelas melhores condições possíveis, ele pode pensar duas vezes se acabar se deparando com uma fotografia ruim ou uma descrição que não é clara o suficiente.

Aposte em estética para despertar o desejo e em informações detalhadas para encaminhar a venda

6 – Falta credibilidade ao negócio

Outro problema muito comum em uma loja virtual que não vende é a questão da credibilidade.

Muitas empresas contam com preços competitivos, produtos bons, descrições matadoras e, na hora da conversão, a coisa simplesmente não funciona.

Sabe o que pode estar acontecendo? Os clientes vão embora porque não confiam que a sua seja uma empresa séria

Para resolver isso, invista em canais de atendimento rápido, páginas institucionais claras, CNPJ exposto no site etc.

7 – Diferenciais pouco convincentes

Se você vai abrir um negócio, precisa apostar em um diferencial.

É claro que, muitas vezes, não é possível fazer isso através de preços mais baixos, mas você pode caprichar no atendimento, vender linhas exclusivas, oferecer prazos melhores… Enfim, o que a sua loja está fazendo de diferente?

8 – Os clientes não querem o que você está oferecendo

Por fim, se nenhum dos 7 tópicos anteriores descreveram um problema pelo qual a sua loja virtual possa estar passando, pode ser que os seus produtos, da maneira com que têm sido oferecidos, simplesmente não interessem ao mercado.

Muitos empreendedores traçam planejamentos completos e, na hora de colocá-los em prática, descobrem que determinados segmentos não estão funcionando para eles.

Se esse for o caso, existem 2 caminhos a serem seguidos: pensar em um outro mercado ou identificar as falhas e tentar remodelar o que foi feito até o momento.

William Alvares

William Alvares

Fundador do UILIA

Veja também